Nunca se falou tanto em Sustentabilidade!

Neste momento, em que celebramos encontros de especialistas e técnicos, discutindo, pesquisando, analisando e aprovando o uso de organismos vivos (bioinsumos) no combate de pragas, cuja prática é milenar e vem avançando significativamente, podemos atestar que o Investimento Sustentável será regra no pós COVID-19.

Podemos determinar então que, investir em progresso é reconhecer que as empresas que solucionam os maiores desafios do mundo poderão estar mais bem posicionadas para crescer.

Por meio da combinação de abordagens tradicionais de investimento com perspectivas ambientais, sociais e de governança (ESG -Environmental, Social and Governance), os investidores, que incluem desde instituições globais até pessoas físicas, estarão adotando uma abordagem sustentável para perseguirem suas metas de investimento.

No Brasil, podemos destacar que as políticas para o desenvolvimento do setor de bioinsumos vem tendo um grande destaque. Produção e demanda são intensas, produtos cultivados a partir do uso de bioinsumos são seguros tanto para a saúde, como para  o meio ambiente e em alguns casos mais rentáveis para o produtor.

Sabemos que o Brasil é o melhor país do mundo quando o tema é agricultura: temos solos favoráveis, clima, água, tecnologia, produtores fortes, referência mundial em diversos produtos, desde a soja até a proteína animal, celulose, mel e frutos nativos como a castanha, e, mais do que isso, uma biodiversidade invejável.

E agora está claro que demos mais um passo: o Brasil está oficialmente, na bioeconomia.

Nunca se falou tanto em sustentabilidade!

Devemos então ficar empolgados? Sim, pois cada vez mais fica evidenciada a importância que a natureza e a sustentabilidade ganharam nos últimos anos.

Por Cris Baluta

[DISPLAY_ULTIMATE_SOCIAL_ICONS]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *